SLOGAN MDA

quarta-feira, 18 de março de 2015

A ALEGRIA DO CRENTE

1. QUEBRA-GELO (10 Minutos) 

Sugestão: "Qual foi o dia mais felize da sua vida?
2. PASSANDO A VISÃO (05 minutos):

Evangelismo e integração, 2. Pastoreamento e Discipulado, 3. Treinamento de líderes, 4. Comunhão, 5. Crescimento e Multiplicação.
3. LOUVOR E ADORAÇÃO (15 minutos)

4. OFERTA (5 minutos)
5. EDFICAÇÃO (45 minutos) 

Resumo da Mensagem
Texto: Filipenses 4.4 "Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!"
Em nossa última celebração fomos ministrado sobre o tema: "A alegria do crente"
Será que é possível sermos felizes em um mundo como este em que nós vivemos hoje, com tanta miséria, violência e injustiça? 
Você sabia que a carta de Paulo aos Filipenses é também conhecida como "a carta da alegria"? Você sabia que quando o apóstolo Paulo escreveu esta carta ele estava preso no corredor da morte em Roma?
A tese do nosso pastor no domingo foi a seguinte: "Todo aquele que entregou a sua vida a Jesus e o tem como o seu Senhor e o seu Salvador tem privilegio e a obrigação de ser feliz."
Baseado no texto de Fp 4.4, Ele concluiu que existem pelo menos três verdades onde a alegria do crente deve está fundamentada.
1. A Alegria do Crente é um mandamento – (Alegra-vos), é um verbo que está no imperativo). é uma ordem que deve ser obedecida. 2. A alegria do Crente não depende das circunstâncias. (Alegrai-vos sempre), independente da situação a alegria do crente não pode ser destruída. 3. A alegria do Crente é uma pessoa - Jesus Cristo. (Alegrai-vos sempre no Senho) A alegria do crente é no Senhor, não em pessoas, coisas ou situações. 
Conclusão


A alegria bíblia não pode ser confundida com a euforia momentânea muito popular em nossos dias, por que a alegria bíblica, que é também um aspecto do fruto de Espírito Santo, é um contentamento permanente.  Um regozijo que vem do céu, como água renovável que inunda o ser e jorra para a vida eterna.
Aplicando a Mensagem
  1. Se a alegria do crente é fundamentada; na obediência ao mandamento, não depende das circunstancias e está firmada na pessoa de Cristo, em sua opinião, por que tantos crentes, salvos em cristo Jesus vivem afundados em tristezas? 
  2. Considerando o verso 10 a 13 de Filipenses 4, qual é, em sua opinião, o segredo do contentamento do apóstolo Paulo?
  3. Com qual desses problemas você se vê mais vulnerável a perder o sua alegria?
    1. Problemas de ordem financeira.
    2. Problemas nos relacionamentos.
    3. Problemas de ordem profissional.
    4. Problemas de saúde
    5. outros...
  4. O que você faz quando as circunstancias tentam roubar  o seu contentamento?
  5. Em uma escala de 1 a 10 qual é o seu nível de alegria?
  6. O que Deus ministrou em seu coração enquanto esta palavra estava sendo compartilhada?
6. INTERCESSÃO (10 minutos)
7. AVISOS (10 Minutos)
Lembre-se de falar do nosso culto de celebração, para adultos e crianças, da escola Nova Criatura, e do PLANTIL.

quarta-feira, 4 de março de 2015

Aprovados por Deus



  1. QUEBRA-GELO (10 Minutos): Se você tivesse que mudar seu nome, qual nome escolheria?
  2.  PASSANDO A VISÃO (05 minutos):
  3. LOUVOR E ADORAÇÃO (15 minutos)
  4. OFERTA (5 minutos)
  5. EDIFICAÇÃO (45 minutos)
             Texto II Tm 2.15

Introdução:  Estudamos no domingo que a vida do reino não é uma vida de conceitos teológicos, mas uma vida de prática. Cristianismo é a prática das verdades bíblicas. E foi isso que tornou a igreja primitiva atrativa: a prática do evangelho e não  o conhecimento.
No texto  que apóstolo Paulo escreve ao seu discípulo Timóteo alguns conselhos de como ele deveria viver, assim o texto estabelece uma seqüência de 4 grandes desafios que são:
I-Procurar apresentar-te a Deus . É o desafio de apresentarmos diante de Deus as nossas reais motivações: É o por quê, para quê, e para quem fazemos as coisas. Diante d’Ele tudo se torna conhecido e aparente. Mas sabemos que apenas uma boa motivação não é suficiente, aí vem o   segundo desafio: II-Ser aprovado(dókimos) A palavra aprovado dá exatamente a idéia de ter passado por uma prova dura(ouro passado pelo fogo) e só depois ser considerado apto. Assim não tem como sermos aprovados sem antes sermos provados, seja por coisas boas ou coisas  ruins. Para ser aprovado também  necessário estar com a motivação certa, se utilizando dos princípios corretos. Davi na condução da arca para Jerusalém tinha motivos tremendos,  corretíssimos,mas negligenciou os princípios de levar a arca sobre os ombros dos Sacerdotes, e o resultado foi uma tragédia.Lembre-se: Deus é um Deus que se move por seus princípios.. O terceiro desafio é: III-Não ter do que se envergonhar – Uma vida livre de culpa...Tiago diz confessai as vossas culpas...as vossas vergonhas... Livre diante de Deus e das pessoas através da confissão e uma vida de transparência. Isso diz respeito às coisas resolvidas, feridas curadas, traumas superados.É preciso ter uma alma restaurada pelo princípio da fé e aplicação da palavra de Deus, porque onde existe vergonha existe dor,medo e culpa. E por último: IV- Maneja bem a palavra da verdade. O verbo é o mesmo utilizado para o que os hábeis guerreiros fazem com a espada. É conhecer as escrituras e praticá-la fielmente. É não usá-la para ferir pessoas, antes curar... expulsar o diabo e não usá-la para justificar a desobediência e pecado.


Compartilhamento:
  1. Em sua opinião, o que Deus quis dizer para Samuel quando disse: “Deus não vê como o homem vê?”
  2. Já que a palavra dókimos quer dizer provado e aprovado, quem poderia compartilhar uma situação ou algum momento de sua vida que foi provado e aprovado?
  3. Em uma escala de 1 a 5, (sendo 1 muito baixo e cinco muito alto), qual, você diria,      que é o nível de sua transparência?
  4. Na sua opinião, o que acontece quando mantemos ocultos os pecados, feridas, vergonhas, etc.?
  5. Alguém poderia dizer  por que a Bíblia é chamada de espada?
  6. Quando a Bíblia orienta a fazer algo que você discorda ou não sente vontade de fazer, qual a sua atitude mais comum?
    1. Ainda não tenho a total convicção de que a Bíblia é a palavra da verdade;
    2. Mesmo doendo, procuro aplicar a palavra de Deus pela fé;
    3. Procuro os outros versículos que procurem contradizer a própria bíblia ou apoiar minha decisão;
    4. Outro.      
 6. INTERCESSÃO (10 minutos)

7. AVISOS (10 Minutos)

Não se esqueçam da Consagração de Mulheres no próximo sábado, 07/03. Saída da igreja às 09h da manhã.



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Obediência, a Chave do Reino de Deus


  1. QUEBRA-GELO (10 Minutos) PASSANDO A VISÃO (05 minutos): 
  2. LOUVOR E ADORAÇÃO (15 minutos)
  3. OFERTA (5 minutos)
  4. EDIFICAÇÃO (45 minutos) Texto: Jeremias 35. Resumo da Mensagem - O tema da mensagem ministrada no último domingo foi: "Obediência, a Chave do Reino de Deus.   No capítulo 35 de Jeremias, Deus se utiliza da atitude dos Recabitas, uma comunidade com um histórico extraordinário de obediência, para dar uma grande lição em Israel. Considerando a postura exemplar dos  Recabitas diante das determinações que lhes foi passadas chegamos a seis conclusões a respeito do principio da obediência; 1. Concluímos que é possível viver em obediência, 2. Concluímos que a vida de obediência só é possível com disciplina e abnegação, 3. Concluímos que o passar do tempo não justifica a desobediência diante de Deus, 4. Concluímos que as possíveis mudanças e dificuldades não justificam a desobediência diante de Deus, 5. Concluímos que podemos transferir para as próximas gerações um legado de obediência, e  6. Concluímos que vale a pena obedecer ao Senhor nosso Deus.   
Conclusão - O que toca o coração de Deus é a obediência irrestrita a sua palavra. Observamos que a única virtude exigida no paraíso foi a obediência. A obediência do homem bastava para DeusObedecer é a exigência do Reino, obedecer é a chave do Reino de Deus. Você quer prosperar, crescer, ser abençoado? Obedeça. A obediência não poderá ser substituída por qualquer outra virtude, por melhor que ela seja. Estamos atrás de unção, autoridade, mas o que nos unge é a obediência à palavra de Deus.
COMPARTILHANDO A PALAVRA
  1. Em que sentido a obediência é a chave do Reino de Deus? comente.
  2. Alguém disse: "Não é preciso concordar para o obedecer.". O que você acha desta frase, você concorda com ela?
  3. Em uma escala de 1 a 5, (sendo 1 muito baixo e cinco muito alto),  qual você diria que é o seu nível de obediência?
  4. Quem o Senhor está usando nestes dias como uma espécie de "Recabita" para te estimular a obediência?
  5. Quem poderia compartilhar uma situação muito difícil que teve que passar ou um preço muito alto que teve que pagar por causa de sua desobediência?
  6. Quando você está em uma fogo cruzado, (obedecer  x  não obedecer), o que pode ser determinante para você optar  pela obediência? 
    1. O medo de vir a ser descoberto.
    2. As consequências da desobediência.
    3. O temor a Deus.
    4. Outro. 
6. INTERCESSÃO (10 minutos)
7. AVISOS (10 Minutos)
A Escola Ministerial está de volta no próximo domingo dia 22 de fev. e quarta feira dia 25.